Apps e avaliação da oralidade

A promoção da oralidade irá levar as crianças a estabelecer pontes com a escrita e a fortalecer os seus laços. Será importante, neste caso, estimular a oralidade enquanto ponto fulcral e competência facilitadora para escrita. O uso das tecnologias e de apps para a educação poderá envolver o aluno no processo de promoção da estruturação das capacidades comunicativas orais. O Storyjumper, enquanto ferramenta de suporte à oralidade e aos registos escrito e icónico permitirá ao aluno e ao grupo/turma evoluir de um cenário de estruturação do oral para o registo escrito.

João Ferreira
Professor do 1.º Ciclo do Ensino Básico licenciado pela Universidade do Minho, em 2006. Ainda nesta instituição concluiu a sua Pós-Graduação em Estudos da Criança, na área das Tecnologias da Comunicação e Informação. Presentemente é professor do 1.º Ciclo e, ao longo da carreira, tem vindo a dinamizar ações de formação na área das tecnologias educativas, aplicadas às didáticas específicas, nas modalidades presenciais e à distância.