Volta ao mundo em 80 caixas

Segundo a tradição do Minho, os Lenços de Namorados são panos de linho ou de algodão bordados com motivos florais, símbolos de amor e amizade e com quadras que contêm, por vezes, alguns erros ortográficos. Esta característica singular demonstra que as autoras tinham pouca escolaridade e transpunham como sabiam, da oralidade para a escrita, a mensagem que queriam transmitir.

Após terminarem de bordar o lenço, as jovens raparigas entregavam-no discretamente ao enamorado, normalmente nas festas e romarias. Se o amado usasse em público o lenço, significava que o amor era correspondido e o namoro teria dado início.

Júlia Fernandes
Vereadora da Cultura e da Educação da Câmara Municipal de Vila Verde, propõe um workshop cujo principal objetivo é proporcionar aos participantes o contacto com os tradicionais Lenços de Namorados, património material e imaterial do Minho e ex-libris do Município de Vila Verde. Os participantes, munidos de linhas de cores garridas e agulhas, terão oportunidade de aprender algumas técnicas e pontos utilizados nos Lenços de Namorados.