Sábado, novembro 26, 2022
Ver mais

    Conferência

    Nesta 3.ª edição, a Conferência SUPER centra-se nas “Abordagens criativas na aprendizagem da gramática”, através da qual pretende-se fazer uma exploração aprofundada sobre as interações, as produções discursivas e a implementação de práticas pedagógicas inovadoras, numa perspetiva de desenvolvimento das capacidades comunicativas dos alunos, orais e escritas, em interação com o ler e escrever

    A investigação sobre as práticas de ensino, as representações dos docentes e os materiais pedagógicos demonstram distância entre as orientações programáticas e a prática em contexto educativo. Em paralelo, emerge a dificuldade em implementar práticas regulares de observação e avaliação dos desempenhos dos alunos, insuficiência que deixa os professores com fundadas dúvidas sobre os métodos, as técnicas e os instrumentos a utilizar. Urge, assim, a necessidade de promover e desenvolver competências transversais e específicas, numa dinâmica de transversalidade com as demais disciplinas.

    Temas

    A aprendizagem da gramática: desafios e oportunidades.
    Comunicação e gramática: os erros ortográficos e a credibilidade da mensagem.


    • A linguagem e a comunicação;
    • A dimensão pragmática da língua;
    • O texto escrito: critérios, coerência e tipologias. ;
    • A frase: relações, funções, estruturas e tipologias;
    • As classes de palavras.

    Princípios pedagógico-didáticos para o ensino da gramática.

    • A comunicação oral e escrita;
    • A competência comunicativa: conhecimento, contexto e capacidades;
    • As competências linguísticas;
    • A pedagogia do erro na aprendizagem de uma língua.

    A avaliação da gramática: articulação com a leitura e a escrita.

    • A avaliação quantitativa vs qualitativa;
    • Avaliação processual, crítica e compreensiva;
    • Triangulação de dados;
    • Avaliação e regulação.

    Suportes para a autonomia da aprendizagem das línguas.

    • Estratégias de desenvolvimento de autonomia;
    • Autonomia na aquisição de aprendizagens;
    • Materiais de apoio ao processo de autonomia.

    Articular saberes entre línguas e outras áreas disciplinares.

    • Multi e interdisciplinariedade;
    • Interculturalidade;
    • Flexibilidade curricular e aprendizagens essenciais;
    • O perfil do aluno à saída da escolaridade obrigatória.

    Objetivos

    • Criar conhecimento sobre competências transversais e específicas da língua, associadas aos domínios de interação verbal e escrita, com foco na gramática;

    • Desenvolver competências inovadoras nas dimensões científica, didática, pedagógica, social e ética alinhadas com o perfil dos alunos à saída da escolaridade obrigatória;

    • Partilhar experiências e práticas promotoras do desenvolvimento profissional dos docentes, assentes na articulação de procedimentos, estratégias, metodologias e trabalho colaborativo;

    • Aumentar as competências tecnológicas dos docentes, reconhecendo a relevância para a flexibilização curricular e a diversificação das estratégias de ensinar e aprender.